O filme português “Tabu”, de Miguel Gomes, retrata uma história de amor e crime passada em meio ao cenário africano há 50 anos, pouco antes do início da Guerra Colonial portuguesa. O longa debate sobre a passagem do tempo, sobre coisas que desaparecem e só podem existir como memória e imaginário. “Tabu” foi vencedor do Prêmio da Crítica do Festival Internacional de Cinema de Berlim, e considerado o Melhor Filme Estrangeiro pelo Sindicato Francês da Crítica, entre outras premiações. A estreia brasileira está prevista para acontecer no dia 28 de junho, apenas no Rio de Janeiro e em São Paulo. Como sempre acontece com filmes de circuito alternativo, provavelmente vai demorar um pouco a chegar em solo cearense.

Diego Benevides

Sobre Diego Benevides

Membro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), Diego Benevides é graduado pela Universidade de Fortaleza (Unifor) em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo e pesquisa em ficção audiovisual seriada. É especialista em Cinema e Linguagem Audiovisual e em Assessoria de Comunicação e atua nas áreas de jornalismo cultural, crítica de cinema, assessoria de comunicação, produção de conteúdo e projetos culturais. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes do Vídeo, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, crítica de arte e educação.